alimentos para fortalecer o cabelo

Melhores alimentos para fortalecer o cabelo

Compartilhe em suas redes sociais

Os melhores alimentos para fortalecer o cabelo são, principalmente, alimentos ricos em proteínas, como peixe; ovos; carne; gelatina; leite e derivados.

Isso porque as proteínas são compostas de aminoácidos, como a queratina, que protegem e fortalecem os fios, prevenindo a queda do cabelo.

Entretanto, também é essencial ingerir certas vitaminas e minerais como zinco, ferro, ômega 3 ou biotina, que são essenciais para o crescimento do cabelo, por isso é imprescindível manter uma dieta equilibrada.

Neste artigo vamos conhecer os melhores alimentos para fortalecer o cabelo, para que você possa montar uma dieta e tentar diminuir a perda de cabelo constante.

Talvez você também se interesse pelo nosso artigo sobre as principais causas da queda de cabelo feminino e como tratar.

Esta dieta deve continuar durante pelo menos 3 meses para permitir que o cabelo se fortaleça, porém se, mesmo assim, a fragilidade do fio for preservada, é fundamental consultar um dermatologista ou um médico de família para apreciar se poderia ser um símbolo de qualquer problema como anemia ou hipotireoidismo, por exemplo.

Melhores alimentos para fortalecer o cabelo: 7 dicas


Algumas sugestões para fortalecer o cabelo, prevenir a queda, e mantê-lo saudável, são:

1. Consumir peixe e sementes

Para manter o cabelo saudável e evitar a queda de cabelo, é essencial consumir alimentos ricos em ômega-3, como salmão, sardinha, arenque, atum, sementes de chia e linhaça, bem como nozes, óleo de linhaça ou óleo de canola.

Os alimentos ricos em ômega-3 são antiinflamatórios e certos estudos indicam que eles têm a possibilidade de serem úteis para a alopecia, uma patologia na qual se cria uma queda de cabelo instantânea e repentina.

2. Consumir mais vitamina A


O consumo de alimentos como cenoura, tomate, melão, mamão, pimentão, beterraba ou espinafre é essencial para o crescimento saudável do cabelo, devido ao seu conteúdo de vitamina A. Além disso, como esta vitamina é um poderoso antioxidante, ela cuida dos folículos capilares, evitando os danos gerados pelos radicais livres, o que acabaria enfraquecendo os fios.


Em pessoas com alopecia, são identificados baixos níveis de beta-caroteno, um precursor da vitamina A, razão pela qual o médico pode sugerir a suplementação com esta vitamina. Entretanto, esta suplementação deve ser continuamente orientada por um profissional de saúde, pois altas doses têm a possibilidade de serem tóxicas para o cabelo, fazendo com que ele caia para fora.

3. Incluir frutas cítricas na dieta


Alimentos ricos em vitamina C, tais como laranja, tangerina, abacaxi, morango, kiwi ou limão, são essenciais para a produção de colágeno, uma proteína que forma uma grande parte da composição dos fios de cabelo.


Além disso, a vitamina C é outro poderoso antioxidante e também ajuda o corpo humano a absorver melhor o ferro dos alimentos, o que é importante para o crescimento do cabelo.

4. Aumentar o consumo de frutos secos


Alimentos como amendoins, avelãs, amêndoas, aveia, nozes ou cajus são ricos em biotina, uma vitamina B-complexa essencial para o desenvolvimento do folículo piloso, impedindo a progressão da calvície.

5. Consumir alimentos ricos em minerais


A integração de feijão, ovos, beterraba ou fígado na dieta, por exemplo, fornece a proporção de ferro que é essencial para a saúde do cabelo. Por outro lado, sua deficiência está associada à queda do cabelo, pois o ferro coopera com a oxigenação dos tecidos do couro cabeludo.

Outro mineral fundamental é o zinco, que desempenha um papel fundamental no crescimento, desenvolvimento e compostura dos cabelos. Sua deficiência pode fazer com que os cabelos fiquem finos, quebradiços e sem brilho.

Além disso, também é essencial aumentar o consumo de alimentos ricos em silício, pois este é um mineral que está associado ao colágeno para tornar a fibra capilar mais saudável. Certos alimentos ricos em zinco e silício são nozes, como amêndoas, amendoins ou castanhas do Pará.

6. Incluir carne na dieta

As carnes, tanto brancas como vermelhas, além de conterem boas quantidade de proteínas e aminoácidos, que são essenciais para o cabelo, também fornecem colágeno, que é muito importante para a estrutura, firmeza e elasticidade do cabelo.

O colágeno pode ainda ser utilizado na forma de suplemento alimentar diário em cápsulas ou shake. Duas alternativas interessantes são Bottox Shake e Bottox Caps.

7. Suplementação

Adotar uma suplementação natural pode ser uma ótima alternativa, visto que o momento não é muito favorável para sair de casa. Dito isto, London Beauty Hair aparece como uma opção interessante, já que possui uma fórmula 100% natural e dispensa a necessidade de uma consulta médica.

No site oficial é possívei encontrar informações muito pertinentes sobre o produto, como a composição do encapsulado, benefícios que ele gera, além de depoimentos de pessoas que já usaram.

London Beauty Hair é 100% natural e por isso não necessita de receita médica. Sua composição não causa nenhum efeito colateral, portanto qualquer pessoa, de qualquer sexo, inclusive, pode usufruir de seus benefícios.

Clique aqui para acessar o site oficial e comprar com até 50% de desconto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *